Vou ali e já volto - 40 anos no deserto

Adriana Ferrareto traz uma coleção de crônicas que corajosamente adentram a mente feminina em busca de um tesouro maior, a descoberta de sua real identidade e da autenticidade.

Livro "Vou ali e já volto - 40 anos no deserto"

Adriana Ferrareto traz uma coleção de crônicas que corajosamente adentram a mente feminina em busca de um tesouro maior, a descoberta de sua real identidade e da autenticidade.

Em "Vou alí e já volto", a jornada é mais longa do que imaginado, quarenta anos são necessários para encontrar a "saída" de um labirinto emocional, sobreposto de camadas de medo, culpa, inadequação, violência, enfrentamento da morte em suas múltiplas facetas e ilusões sucessivas, realidade vivida pela maioria das mulheres.

Uma viagem individual que conduz à busca dos próprios recursos, exige coragem para enxergar o que tem de ser visto e abertura para pedir ajuda quando necessário. Tudo isso sem perder de vista o reconhecimento das próprias necessidades emocionais, transpor as falsas ilusões que não levam a lugar algum, de colocar limites nos outros e em si mesma quando preciso for e de assumir a responsabilidade de cuidar da própria vida. Sem isso, a jornada pode se tornar um deserto intransponível com sérias consequências nos relacionamentos, na vida e na carreira.

Para encontrar "esse lugar" é necessário extrair aprendizado de cada experiência vivida e, como uma alquimista, procurar a cura para cada uma de suas feridas. O resultado é a liberdade e a leveza para uma vida mais autêntica, cheia de propósito e significado.

Acompanhe a jornada de transformação em algumas das crônicas mais viscerais e sinceras que você talvez já tenha visto sobre o universo feminino.

Vou Ali e Já Volto - 40 Anos no Deserto

Livro impresso e e-book

Vou Ali e Já Volto - 40 Anos no Deserto

Livro impresso e e-book

Lançamento do livro em Curitiba
é destaque na mídia

Livro

O Jornal Metro, com tiragem de 30.000 exemplares por dia, é um dos jornais impressos mais lidos de Curitiba.

Adriana Ferrareto é destaque no jornal da ALEP

O site da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná reúne as notícias do Estado.

Confira a entrevista concedida por Adriana Ferrareto
à Rádio Assembleia sobre o novo livro.

O lançamento do livro foi registrado pelo Programa Actual, de Carlos de Carvalho

Adriana Ferrareto

Strengths Coach certificada pelo Gallup® Institute
Executive Coach Certificada pelo Integrated Coaching Institute (ICI)
Certificação Internacional em Coaching Integrado

17 Comentários

  1. ALEXANDRE H MACHADO disse:

    Com toda a delicadeza que lhe é peculiar, Adriana nos presenteia com uma série de crônicas verdadeiramente emocionantes e inspiradoras.
    “Vou Ali e Já Volto – 40 anos no deserto” desperta um tema compartilhado por todos – a construção da própria identidade; favorece um olhar caloroso e acolhedor para a reconstituição de nossa própria trajetória em busca da “terra prometida”.

  2. Juliana disse:

    Acompanhar a jornada de Adriana Ferrareto no seu processo de transformação e descoberta é um privilégio para o leitor, que encontra nessa escrita sensível uma forma de aquecer o coração e se inspirar. De forma sincera e corajosa, a autora mostra como chegou ao equilíbrio entre sua força e vulnerabilidade para seguir em frente com liberdade. Texto ágil, certeiro e cheio de afeto. Na sua escrita, Adriana entrega toda sua razão e emoção e entre suas palavras a alma do leitor que se reconhece.

  3. Márcia Sautchuk disse:

    De uma sensibilidade transparente e arrebatadora, sem “arrastar as correntes” do deserto experimentado! Inspirador! Vale a leitura!

  4. Maísa Cardoso disse:

    Desde que li a primeira crônica de Adriana, “Migalhas”, sabia que era um livro para tocar pessoas.
    Em sua história de vida, sua trajetória no deserto, dialoga com muitos sofrimentos escondidos em todos nós, de diferentes formas.
    Além de uma leveza na escrita, a maneira como ela conta as histórias e se abre para seu leitor é lindamente poética.
    Confesso: emocionei-me várias vezes lendo Adriana e me vendo nas entrelinhas.
    Recomendo como leitura que une fruição e o aprender de si mesmo.
    Lindo!

  5. Danusa Yanes disse:

    Consegue ser profundo e leve ao mesmo tempo, tratando de questões profundas com humor, com uma linguagem que fala direto ao coração.

  6. Este é um livro que precisa ser lido mais de uma vez.

    Adriana Ferrareto se dispõe a compartilhar, generosamente, momentos da sua vida em breves crônicas que mesclam memórias da infância com experiências da fase adulta, revelando o seu processo de aprendizagem e amadurecimento.

    O detalhe é que a narrativa é deliciosa. Uma linguagem simples, direta, que prende a atenção pela riqueza de detalhes, metáforas interessantíssimas e um toque de humor na medida certa.

    Daí porque a necessidade de voltar (como, aliás, sugere o título) após a primeira leitura, em que fui simplesmente seduzida pela narrativa.

    Voltarei a ele para absorver com mais profundidade as valiosas reflexões que o texto traz e conhecer melhor cada cantinho desse deserto que Adriana soube colorir tão bem.

  7. Izabel Mattos disse:

    Adorei o presente 💎Adriana Ferrareto! Leitura gostosa, como se tivesse te ouvindo contar as histórias vividas. Parabéns por essa vitória em 2018!

  8. Fernanda Oliveira disse:

    Oi, Adri!!
    Feliz ano novo para você! Que seja cheio de paz, realizações e alegrias!!
    Eu li o livro e o considerei muito interessante! Com crônicas poéticas que conduziram à imersão de um ser iluminado!
    Através dele, pude contemplar a plenitude do desabrochar da alma!
    Isso me inspirou muito a ter mais força, mais coragem, mais fé! Me motivou a seguir meu instinto, pois é nele que está a minha conexão com Deus. Me encorajou a não titubear naquilo que considero importante, sem barganhas.
    Posso dizer que, mesmo após ter concluído a leitura do livro, ainda sentia sua vibração
    Muito obrigada por ter se doado neste lindo projeto, que com certeza inspirará muitas outras pessoas a ter um encontro com seu próprio íntimo.
    Hoje, me pego relembrando cenas da minha própria infância, onde posso perceber a beleza do meu ser projetado na menina que eu fui. Quero me reconectar a isto, pois sei que ali está minha essência, o meu âmago personificado em um ser tão cheio de alegrias e sonhos.
    Tudo muito propício para este início de ano novo!
    Muito obrigada por me lembrar deste caminho interior, por ter me lembrado de perceber a minha essência, e de amar plenamente quem eu sou desde as minhas mais tenras lembranças que apontam para os propósitos de Deus em mim.
    Trouxe grande contribuição para quem busca se amar, se compreender verdadeiramente!
    Muito obrigada por esta incrível experiência!!
    Abraços,
    Fernanda

    • Adriana Ferrareto disse:

      Querida Fernanda, quanta emoção ao ler seus comentários, isso me faz querer continuar com a escrita, apesar de todas as dificuldades inerentes ao processo. Aqueceu meu coração com sua generosidade. Um beijo.

  9. Maria Catarina Alexandre disse:

    O livro da Adriana Ferrareto realmente entra no universo feminino. Vi ali situações difíceis que também vivi na minha infância e adolescência. Emocionante, além de ser uma leitura gostosa. Recomendo!

    • Adriana Ferrareto disse:

      Obrigada Maria Catarina por compartilhar por aqui suas percepções sobre o livro. Acredito que quando nos identificamos com o que algum autor escreve, isso nos ajuda a perceber que mais pessoas passam por questões semelhantes às nossas, e que “juntos”, mesmo que por meio de um livro, podemos nos fortalecer. Gratidão e um abraço afetuoso pra ti.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×
×

×
×
×

×
×
×
×
×